Experiências radicais mudam sua perspectiva

Ser lambida por uma chita ou pular de paraquedas são vivências que nos fazem perceber o tamanho da nossa coragem
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
avatar Gisele Abrahao
avatar Gisele Abrahao
Gisele pulando de paraquedas (Foto: Arquivo Pessoal)

Quando eu digo para vocês que realmente encaro qualquer desafio à minha frente quando o assunto é experiência ou oportunidade, eu realmente falo sério. Certos momentos ou lembranças que me marcaram muito, principalmente no que diz respeito a viagens, foram ocasiões para as quais eu não estava preparada ou esperava viver.

Digo isso porque, quando se descobre algo após a experiência, você realmente enxerga a coragem que teve depois. Eu realmente fiz isso? 

Em uma das minhas viagens pela África, visitei a Namíbia. Ao começar minha jornada pelo país, um dos primeiros pontos que visitei foi o Parque Nacional Etosha. Como já havia realizado alguns safáris em outros países, me peguei – e ainda me pego, até hoje – tentando entender diferentes modos de vida. Isso não quer dizer fazer comparações, mas tentar compreender o ecossistema daquele lugar e suas peculiaridades que, de repente, não percebi em outros passeios feitos antes. 

Literalmente espalhados e em grandes quantidades, bandos e bandos de várias espécies de animais selvagens foram passando por nosso caminho. Quem já teve a chance de fazer esse tipo de passeio, sabe a energia e a intensidade que é estar na savana africana.

VEJA TAMBÉM

Depois de Etosha, mais precisamente a caminho de Swakopmund, paramos na Cheetah’s Farm por uma noite. Eu estava um pouco cética em ir até lá e passar mais tempo avistando chitas à distância, mas, depois de 15 minutos na fazenda/acampamento, percebi que aquela seria uma experiência diferente. 

gisele abrahão
Gisele e a Chita na Namíbia (Foto: Arquivo Pessoal)

O pessoal da fazenda nos levou para ver as suas chitas – e foi muito especial. Assim que chegamos perto dos dois incríveis animais que eles tinham no quintal, me afastei e sentei no gramado para tentar tirar fotos. Nem dois minutos depois, enquanto eu ainda estava preparando minha câmera, uma das chitas começou a andar na minha direção e, antes que eu pudesse me levantar e correr, ela já estava me lambendo toda. Pense em alguém tendo um ataque cardíaco sem ser capaz de expressá-lo. Era eu!

Assim que ela começou a me lamber, eu achei que estava sentindo seus dentes, mas, então, os homens me disseram que era apenas a língua dela e que eu deveria relaxar e aproveitar a esfoliação corporal gratuita. Em vez de me “ajudar”, todos à minha volta estavam rindo e gostando de me ver entrar em pânico. Depois de uns 20 minutos de “esfoliação corporal grátis”, eu parei de me importar e, na verdade, comecei a me virar para que ela pudesse trabalhar em outras partes… Foi impagável, simplesmente incrível! 

Jamais imaginaria que essa experiência assustadora e, ao mesmo tempo tão natural, fosse me trazer uma outra perspectiva de enxergar a vida animal, ainda mais na raiz e essência africanas.

E não termina por aí. Quando chegamos à cidade de Swakopmund, muito pequena e charmosa, fizemos paraquedismo e quadriciclo no deserto. Andar de quadriciclo foi muito especial, mas, na minha opinião, não há nada que você possa fazer na vida que seja melhor do que saltar de paraquedas.

Gisele passeando de quadriciclo no deserto da cidade de Swakopmund (Foto: Arquivo Pessoal)

A adrenalina, o cenário, o momento – tudo é muito rápido, muito intenso… Você – literalmente – enxerga sua vida diante dos olhos enquanto tenta entender o que está acontecendo em queda livre.

Esses dois momentos dessa viagem pela Namíbia são muito marcantes e especiais para mim. Será que podemos chamar de experiência de quase morte? Afinal, fiquei frente a frente com uma chita me lambendo toda e depois pulei de paraquedas… Emoções que transformam e fazem tudo valer a pena.

Agora uma dica: permita-se viver e desbravar experiências e momentos sempre que tiver a oportunidade. Os lugares pelo mundo estão aí para explorarmos.

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: