Como se manter motivada para poupar e investir?

Assim como no caso da dieta, começar é fácil. Difícil é sustentar o ritmo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
avatar Karina Pescada
avatar Karina Pescada

“Vou começar a dieta na próxima segunda-feira. Desta vez, estou falado sério!”

Chega o domingo, você lembra da promessa, começa firme na segunda-feira com o propósito de cumpri-la, mas, logo no dia seguinte, recebe um cupom de desconto do aplicativo de delivery. E é justamente de hambúrguer, algo que você ama e não consegue resistir.

Começar um plano pode até ser fácil, tudo parece que vai funcionar no início. Mas manter a motivação pessoal durante todo o processo é outra história. Com dinheiro acontece a mesma coisa. Você pode começar a fazer um planejamento financeiro, mas mantê-lo durante a vida é algo difícil.

Gosto muito de fazer essa analogia com a dieta porque as duas situações são realmente parecidas. Acompanhe até o final – e não desanime!

Porque é essencial manter a motivação

Você já parou para pensar em como a motivação pessoal influencia na sua saúde financeira? Pois é. Começar algo novo pode ser muito desafiador, mas persistir pode ser ainda mais difícil.

LEIA TAMBÉM

Poupar dinheiro e, consequentemente, investir depois não é uma corrida de 100 metros, mas uma maratona que demanda esforço, dedicação e foco nos objetivos.

Para realizar seus sonhos é essencial que você esteja comprometida a encarar todos os desafios que virão pela frente.

Como superar os obstáculos e investir sempre

Nós tendemos a querer os prazeres imediatos e criamos uma expectativa muito grande no início em relação ao retorno dos investimentos. Queremos agora e queremos já! Poupar para o futuro está longe e é muito trabalhoso pensar nisso, não é mesmo?

Você já assistiu ao filme “Loucos por Dinheiro”? Recém-casados, Alice e John estão passando por uma séria crise financeira quando descobrem que seu velho bule de bronze produz dinheiro sempre que eles se agridem. Surpresos, eles precisam decidir a melhor forma de usar a mágica – se é que ela existe.

Obstáculos como esse do filme, baixos salários, pandemia, compras por impulso e outros entraves se apresentarão diante de nós ao longo de toda a vida. Segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), ainda é grande o percentual de brasileiros que não guarda dinheiro e nem investe: o equivalente a 69% da população.

É possível contornar tudo isso com a “mágica” de um bom planejamento financeiro. Esse é um passo importante, mas precisa ser acompanhado de outras coisas. Uma reserva de emergência, por exemplo. Se você a tem, em um momento de imprevisto ainda é possível manter o sonho de viajar ou de abrir seu próprio negócio.

3 dicas para poupar e investir sem perder a motivação

Uma das coisas importantes sobre motivação é aprender a fazer as coisas mesmo quando não se está muito animada. O nome disso é disciplina!

A maioria das pessoas acha difícil fazer dieta, como mencionei anteriormente, mas isso não deve ser motivo para não fazer. Pelo contrário: as pessoas fazem porque conhecem o resultado. Agora vamos às dicas:

1. Tenha metas alcançáveis

Não adianta começar querendo economizar toda a sua receita. Comece devagar até criar o hábito de fazer isso todos os meses. Lembre-se da regra dos 60-20-20 ou 50-30-20: 60% da sua receita para gastos essenciais, 20% para os gastos variáveis/diversão e 20% para realização de sonhos e independência financeira.

2. Aumente seu conhecimento sobre finanças

Essa iniciativa trará mais segurança e conscientização na hora de tomar decisões financeiras. Ler, estudar, assistir vídeos, seguir mulheres que falam sobre isso – faça o que achar necessário. Tudo isso vai ajudá-la a manter a motivação financeira.

3. Invista sempre seu dinheiro

Poupar é muito bom, mas aumentar seu rendimento é o que vai ajudá-la a alcançar seus objetivos. Este é o combustível para que você continue investindo. E, nesse ponto, vale juntar todas as dicas. Comece aos poucos, vá estudando e gradualmente aumente suas aplicações. Se não se sentir segura, busque ajuda de um profissional para conseguir melhores resultados.

Até a próxima!

Karina Scola Pescada é planejadora financeira pessoal CFP® da Foquemos Investimentos

O conteúdo expresso nos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva das autoras e podem não refletir a opinião da Elas Que Lucrem e de suas suas editoras

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Consciente

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: