A mesada é uma experiência financeira que ensina as crianças

Aprender desde cedo faz com que elas não repitam determinados comportamentos na vida adulta
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
avatar Ana Pregadier
avatar Ana Pregadier

Você já parou para pensar o que acontece com a primeira mesada ou semanada que damos para os nossos filhos?

Mesmo que a gente converse com eles e defina objetivos para que entendam para que serve aquele dinheiro – como, por exemplo, o lanche da semana -, é muito provável que, ao recebê-lo, aconteça o seguinte:

  • No primeiro dia, eles gastarão a maior parte;
  • No segundo dia, eles gastarão o que sobrou;
  • No terceiro dia, eles não terão mais nada e terão que fazer o próprio lanche para levar à escola.

Não se desespere. Essa experiência é muito importante para que a criança aprenda e não repita esse comportamento quando for adulta.

A ideia é não dar dinheiro extra e deixar que ela prepare o lanche a partir do terceiro dia. Se você deixá-la viver a experiência por completo, sem “amenizar” as consequências do gasto exagerado, na semana seguinte provavelmente vai acontecer o seguinte:

  • Ela vai começar a se controlar um pouquinho mais; 
  • Não vai gastar um monte de dinheiro no primeiro dia.

LEIA MAIS

Pode ser que ela ainda não consiga dividir o dinheiro de forma que ele seja suficiente para a semana toda, mas tudo bem. Isso faz parte do processo de aprendizagem.

Respeite o tempo e o processo de vivência da criança. Logo mais, ela se dará conta de que, se fizer lanche todos os dias, poderá gastar aquele dinheiro em outra coisa.

Ou seja: ela não precisará pedir dinheiro para você para comprar aquela outra coisa que ela tanto quer. 

Essa experiência faz muita diferença: é o que chamamos de educação financeira. A mesada, neste caso, é uma ferramenta, mas não é ela que ensina sobre finanças, e sim a conexão entre você, a criança e a experiência que vai colocar em prática o estilo de vida e de gestão financeira que ela terá.

Até a próxima!

@financasecoisadecrianca

@anapregardier

Ana Pregardier é escritora, educadora financeira e especialista em formação de hábitos

O conteúdo expresso nos artigos assinados são de responsabilidade exclusiva das autoras e podem não refletir a opinião da Elas Que Lucrem e de suas suas editoras

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: