9 motivos para investir no Tesouro Direto

Ideal para quem está começando a organizar a casa financeiramente, o Tesouro Direto é uma opção segura para todos os bolsos e objetivos de vida
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
Wavebreakmedia/Envato Elements
Aplicar em títulos do Tesouro é uma maneira prática e segura de fazer o dinheiro render

Tesouro Direto: esta é a expressão que surge em muitos lugares e conversas quando o assunto é não se arriscar ou aplicar nosso suado dinheiro em algo diferente da poupança, que, diga-se de passagem, é uma péssima ideia.

As dúvidas sobre este tipo de aplicação geralmente giram em torno da segurança, até porque a maioria das pessoas que busca informação sobre está começando a entender melhor o mundo das finanças.

OLHA SÓ: 4 passos para começar a investir em 2021

Nada melhor do que saber que além de ser um bom negócio para o seu dinheiro, adquirir títulos desta categoria é sinônimo de benefícios, sobre os quais vamos abordar neste artigo. Mas, antes de partir para a parte boa, que tal entender um pouquinho mais sobre este tipo de operação?

O que é o Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um projeto do Tesouro Nacional em parceria com a B3, bolsa de valores oficial do Brasil. O intuito deste programa é fomentar o acesso à compra e venda de títulos públicos por pessoas físicas no ambiente digital.

Por sua vez, os títulos públicos são cartas de crédito emitidas pela União para levantar recursos que serão destinados ao pagamento de dívidas públicas e para financiar o funcionamento do Governo Federal.

Em outras palavras, comprar um título público significa emprestar dinheiro para a esfera pública e, depois de um prazo decorrido, receber o valor que foi aplicado acrescido de juros.

Os títulos públicos são considerados investimentos da categoria de renda fixa, onde o risco de perder o valor aplicado é baixo e é possível saber previamente qual será o retorno da aplicação.

Ficou interessada ou curiosa para saber mais? Então veja a seguir 8 motivos para investir no Tesouro Direto:

Tesouro Direto

1. Alta rentabilidade

Saber que uma aplicação rende bons e generosos frutos é um ótimo motivo para investir.
No caso do Tesouro Direto, especificamente, algumas opções são bastante atrativas, principalmente aquelas que utilizam uma taxa de juros mais algum índice de referência como o IPCA ou a taxa Selic.

E AINDA: Quer começar a empreender? Siga nosso passo a passo

Por exemplo: um título IPCA + adquirido em 2021 com prazo de validade para daqui 10 anos, cuja aplicação inicial foi R$1.000, deve render R$ 1.808,46 ao final do tempo decorrido. Ao subtrairmos o valor do imposto de 15% cobrado sobre a aplicação, o retorno líquido do investimento é de R$ 1.537,20. Isso equivale a uma rentabilidade total de 53% % e de 5,3% ao ano — muito acima dos 1,4% anuais aplicados sobre um valor qualquer que descansa na poupança no ano de 2021.

Para além da antiquada poupança, sob condições médias de mercado o Tesouro Direto tem rentabilidade superior a LCAs e LCIs, fundos e CDBs. Coloque seu dinheiro para trabalhar

2. Baixo risco

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais seguros que temos, então pode ir sem medo. Isso acontece porque são cartas de crédito emitidas e garantidas pelo Tesouro Nacional, o grande órgão responsável por manter o equilíbrio das contas públicas brasileiras.

Sei que pode parecer contraditório confiar nossas finanças a uma esfera que pode gerar muitos questionamentos, mas tenha a seguinte ideia em mente: mesmo em caso de calamidade ou em uma forte crise, os recursos governamentais são os últimos a serem afetados. Antes disso, qualquer operação e aplicação no âmbito da esfera privada sofrerá o impacto, o que inclui os bancos –que podem inclusive pedir socorro ou incentivos à esfera pública diante de um momento de instabilidade econômica.

3. Alta liquidez

A liquidez é a facilidade com a qual temos acesso ao dinheiro que aplicamos. Neste sentido, os títulos públicos são os investimentos que possuem os menores prazos para depositar seu dinheiro em conta quando solicitado –leva, em média, um dia útil apenas.

Desta forma, investir em um título público significa que além de ser uma boa escolha de aplicação, é uma ótima opção para aquela emergência, quando precisamos urgentemente ter nossas reservas em mãos — sabe o fatídico momento em que o casamento acaba ou somos dispensadas de um emprego e precisamos reconstruir nossas vidas? A mala estará pronta e você estará segura!

4. Baixo investimento inicial

Existe a parte boa e parte ótima das aplicações em títulos públicos e o baixo investimento inicial, com certeza, é a parte ótima disso tudo. Com R$ 30,00 já é possível aplicar nesta categoria.

FIQUE POR DENTRO: Como montar uma reserva financeira

O baixo valor é um estímulo para quem quer apenas sentir como as coisas funcionam ou quem não dispõe de uma reserva para poder começar a fazer investimentos mais altos, mas que quer se organizar financeiramente e começar a planejar o futuro.

Seguro, prático e democrático!

5. Ideal para reservas de emergência

Se o seu intuito é se organizar financeiramente do zero, o primeiro passo é fazer uma faxina na casa: organizar os gastos e as dívidas e, claro, fazer uma reserva de emergência para aquele momento delicado que pode bater na sua porta de surpresa.

Como já comentamos aqui neste artigo, o Tesouro Direto é uma ótima opção para quem quer sair da poupança e ver seu dinheiro render de verdade com a mesma segurança e possibilidade de resgate rápido. Então, não deixe sua tranquilidade e segurança financeira para amanhã, comece hoje mesmo a investir em uma vida com mais qualidade.

6. Imposto de Renda regressivo

Quanto maior o prazo de validade do seu título, menor será o imposto pago por você no momento do resgate. Ou seja, quanto mais tempo você mantiver seu dinheiro aplicado, menor será a tributação.

Para títulos com prazo de até 180 dias, a alíquota será de 22,5%. Já para uma aplicação mantida por dois anos ou mais, o imposto será de 15%.

7. Baixo custo

Além do baixo valor inicial de aplicação, custa pouco investir no Tesouro Direto. Alguns fundos de investimentos que possuem títulos públicos em suas carteiras cobram valores de administração que podem ser desvantajosos para investimentos baixos. Por isso, esteja sempre atenta ao valor cobrado pela corretora, caso opte por uma.

LEIA AQUI: Elas Que Lucrem Experience 2021

Para facilitar o acesso a produtos de renda fixa, a Genial Investimentos, por exemplo, é uma corretora que não cobra taxa de administração para investimentos em títulos públicos ou pelo Tesouro Direto.

8. Praticidade

Investir no Tesouro Direto é prático, fácil e indolor! As transações são feitas pela internet, ou seja, você não precisa nem levantar do sofá da sua casa para isso.

Além disso, qualquer pessoa pode investir no Tesouro também, basta ter um CPF e uma conta em uma instituição financeira habilitada. Não se limite por não ter uma conta em uma corretora de investimentos, assim como a Genial, a maioria das corretoras não cobra para abertura de contas.

9. Opções que cabem nos seus objetivos e no seu bolso

Existem muitas opções de títulos do Tesouro Direto disponíveis para compra — Tesouro Selic, Tesouro Prefixado, Tesouro IPCA + e etc.

No site do Tesouro Direto você pode encontrar todas as opções de produtos além de uma simulação que informa a melhor opção para você com base nos seus objetivos, em quanto deseja investir e no tempo que pretende deixar o dinheiro aplicado.

Por exemplo, para montar uma reserva de emergência de R$ 3.000,00, você pode fazer um investimento inicial de R$ 100,00 no Tesouro Selic com vencimento para 2024 e aplicações mensais de R$ 63,20 (42 meses) para chegar ao seu objetivo. Em setembro de 2024, o valor bruto desta aplicação será de R$ 3.046,28. Ou seja, se você poupar R$ 2,10 por dia já será possível manter o compromisso mensal de aplicação e, no final, resgatar R$ 3.000.

SAIBA MAIS: Por que uma cédula de R$ 200?

Não importa quanto você tem ou qual é o seu objetivo de vida, o Tesouro Direto pode ser uma opção satisfatória para todos os bolsos e com muita segurança.

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: