Elas Que Lucrem Experience 2021

Mais de 3 mil inscritas participaram do primeiro dia do evento, que marca o lançamento da plataforma EQL e do MBA em Independência Financeira e Emocional Feminina
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
Fabricio Sousa/Elas Que Lucrem
Nina Silva, presidente do conselho da EQL, e Francine Mendes, CEO da EQL, foram as anfitriãs do Elas Que Lucrem Experience 2021

Começa nesta quinta-feira (15), a Elas que Lucrem Experience 2021, um evento que marca o lançamento da Elas que Lucrem (EQL), uma plataforma destinada ao desenvolvimento da independência emocional e financeira das mulheres.

O evento foi apresentado por Francine Mendes, economista, mestre em psicanálise, especialista em educação financeira para mulheres e CEO da Elas que Lucrem, e Nina Silva, escritora, mentora de negócios, palestrante, CEO do Movimento Black Money e do D’Black Bank e presidente do time de conselheiras da EQL. A plateia online foi uma animação à parte, com participação ativa nos comentários. Além de assistirem as palestras, das quais teciam elogios às falas das palestrantes, puderam participar de sorteios.

OLHA SÓ 4 passos para começar a investir em 2021

A Elas que Lucrem Experience 2021 é um evento de participação 100% online, e conta com a participação presencial apenas das apresentadoras e de uma pequena equipe de suporte. Toda a equipe presencial foi testada e seguiu as normas sanitárias instituídas para a prevenção do novo coronavírus. Durante o primeiro dia, mais de 3.000 mulheres inscritas passaram pela live.

Ao longo da EQL Experience 2021, Francine Mendes e Nina Silva citaram o método “AEIOU”, que leva temas-foco como autogestão, empreendedorismo, investimento, otimizar e usufruir.

Autogestão


Para falar de autogestão, o primeiro dia do evento contou com nomes como Soraia Schutel, cofundadora da Sonata Brasil e conselheira EQL, Natália Leite, jornalista, fundadora da Escola de Você, cofundadora da Sonata Brasil e conselheira EQL, Rafa Brites, escritora, influenciadora de jornadas, administradora de empresas e conselheira EQL, e Brisa Dantas, psicóloga, especialista em inteligência emocional e uma das embaixadoras da EQL.

Já para o empreendedorismo, participaram nomes como Gabryella Corrêa, CEO e fundadora do aplicativo de mobilidade urbana Lady Driver, Edis Lima, criadora da página Bem In Paris, guia conferencista formada na França, e Marcia Paron, coach de imagem e estilo, todas elas embaixadoras EQL.

Para abrir o primeiro dia do evento, Soraia Schutel e Natália Leite introduziram o tema de autogestão ao apresentar o tema inteligência emocional e como ela pode auxiliar uma mulher a lucrar. Também comentaram sobre o fato de a mulher possuir um lado mais humano, o que, segundo um estudo produzido pela Universidade de Harvard, as leva a ser uma maior fonte de crescimento e desenvolvimento, principalmente em momentos de crise.

Inteligência emocional


Soraia enfatizou a questão da inteligência emocional feminina com a frase: “se queremos construir uma sociedade melhor, mais humana, mais justa, mais próspera, nós precisamos de mulheres em cargos de poder, precisamos de mulheres com dinheiro no bolso, e claro, mulheres que encontrem o seu valor genuíno, sem comparações, mas encontrando a sua singularidade, a sua identidade única”. Natália, para complementar, disse que “não há como uma pessoa fazer bons investimentos se ela não conhecer a si mesma”.

E AINDA: 5 características de mulheres líderes

Já com Rafa Brites, o foco foi na chamada Síndrome da Impostora, tema do seu livro, que fala sobre autossabotagem, um sentimento de que você nunca é suficiente, de que é uma farsa e não importa o quão longe chegue, alguém notará que você não é apta. Rafa comentou que somos ensinadas a amar ao próximo como amamos a nós mesmas. Mas muitas vezes temos feito isso e tem parecido estranho. Isso porque liberamos o amor ao outro na mesma medida que amamos a nós mesmas, ou seja, não estamos nos amamos suficientemente bem.

Brisa Dantas mostrou passos para que cada mulher possa saber como gerenciar as próprias emoções. Segundo ela, cinco passos são importantes para isso. Eles são: tomar decisões, se auto responsabilizar pela sua vida, pelas decisões tomadas, não ter medo de ter sentimentos, não esquecer de manter o foco no que você quer, e, por fim, agir, aplicar conhecimentos, pois conhecimento sem ação gera o sentimento de culpa.

Participações


Além de todas as participações, o evento ainda contou com um momento de perguntas e respostas às palestrantes, com questionamentos relevantes como “por que a autoestima equilibrada é tão libertadora para as mulheres”, “como a dependência emocional nos impede de lucrar”, e outras perguntas, que foram respondidas diretamente por Soraia, Natália, Rafa e Brisa.

O módulo E, sobre empreender, começou com a palestra de Nina Silva. Ela destacou que o verbo empreender é conjugado para diminuir a atividade, principalmente quando se aplica às mulheres. A diferença de tratamento é perceptível quando fala-se sobre o empresariado, que é usado no engrandecimento masculino. No Brasil, empreende-se por necessidade. A função da EQL, segundo ela, é empreender por oportunidade, produtividade e lucratividade.

Ainda no módulo E, as embaixadoras da EQL Gabryella Corrêa, Edis Lima e Marcia Paron relataram as experiências que tiveram ao longo dos anos de trabalho. Elas deram algumas informações e dicas importantes sobre empreendedorismo, como a captação de investimentos, expansão de negócios por meio de franquias, o quão fundamental é iniciar o aprendizado de uma nova língua, principalmente para aquelas que têm o objetivo de trilhar uma carreira fora do país, além de investir em formação continuada, com experiências de formação multidisciplinar. Também comentaram sobre a importância de se saber onde quer chegar, sobre o autoconhecimento ser uma fonte para que você possa enxergar quais são suas forças e possa conquistar aquilo que para você mesma é sucesso.

MBA


Durante o evento foi lançado o MBA em Independência Financeira e Emocional Feminina, primeiro sobre o tema no Brasil. Certificado pelo MEC, com duração de 12 meses e 360 horas de carga horária, o MBA em Independência Financeira e Emocional Feminina passará a ser ofertado a partir de 25 de maio. A coordenação acadêmica do curso é encabeçada por Soraia Schutel.

LEIA TAMBÉM: Quanto custa ser mulher: descubra o que é o imposto rosa e como ele afeta nossas vidas

Acontece na sexta-feira (16) o segundo dia do evento, que também será online, das 19h às 21h30. Na lista de palestras, O Poder da Marca e Marketing Digital, proferida por Bianca Andrade, atriz, youtuber, influenciadora digital e empresária. No módulo I, o tema investimento será apresentado por Francine Mendes.

Otimizar, no módulo O, terá palestra de Roberta Pugsley e Claudia Ferronato, da W2W CLUB, plataforma de eventos e treinamento para mulheres. Elas falarão sobre como equilibrar inteligência emocional e financeira para ter independência. Traudi Guida, fundadora da Le Lis Blanc e conselheira da EQL, fala sobre como lucrar ao fazer o que se ama.

No módulo U, de usufruir, um super combo de assuntos sobre autoestima, autocuidado, inteligência sexual fecham o segundo dia do evento. À frente destes temas: Marcela Mc Gowan, médica ginecologista especializada em sexualidade humana, Carol Filgueiras, empresária, cineasta, Carol Andraus, empreendedora, investidora, Amanda Gomes, CEO e sócia-fundadora do Instituto Geração Soul. Ju Ferraz, diretora comercial de novos negócios e de relações públicas da Holding Clube, e Maiana Bonotto, especialista em beleza, moda e lifestyle.

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: