Ibovespa fecha no azul, com disparada de Cia Hering e força de empresas de metais

Incorporação de companhias fez principal indicador da bolsa de valores encerrar o dia com ligeira alta de 0,05%
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O principal indicador da bolsa brasileira fechou quase estável hoje, com ganhos vigorosos do setor de metais sobrepujando a pressão exercida pela realização de lucros com ações como de bancos.

A sessão teve como estrela a varejista Cia Hering, cujas ações escalaram 26% após anúncio de acordo para ser incorporada pelo Grupo Soma.

Após superar os 121 mil pontos na primeira hora da sessão, o Ibovespa perdeu fôlego, chegou a ter fechamento preliminar no vermelho, mas reverteu de novo nos ajustes, para leve alta de 0,05%, aos 120.594,61 pontos. O movimento foi discreto, com giro financeiro do dia somando R$ 25,4 bilhões, abaixo da média recente.

O principal índice acionário brasileiro mostrou correlação negativa com Wall Street, perdendo força à medida que os das bolsas de Nova York ampliavam ganhos.

“As expectativas em relação à pandemia dão o tom do mercado brasileiro, justamente por isso o descolamento em relação ao exterior”, afirmou Lucas Collazo, da Rico Investimentos, citando também preocupações ligadas aos efeitos da CPI da Covid.

Após o Ibovespa ter avançado cerca de 10 mil pontos desde o início e março e voltado ao azul no acumulado do ano, parte dos investidores têm preferido vender algumas ações que mais subiram no período, com as de bancos, peso negativo nesta sessão.

O contraponto foram ações ligadas a commodities, com destaque para metais, refletindo o continuado otimismo global com o setor, diante de sinais de “recuperação acelerada das economias desenvolvidas e chinesa”, afirmou Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora.

(com Reuters)

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: