Mau negócio: poupança registra rentabilidade negativa e dinheiro na caderneta perde valor

Ao considerar a inflação dos últimos 12 meses, a rentabilidade do investimento foi de -4,80%
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

Segundo levantamento da Economatica, empresa de informações financeiras, a caderneta de poupança registrou nova queda no poder aquisitivo no mês de abril.

Ao considerar a inflação dos últimos 12 meses, a rentabilidade do investimento foi de -4,80%. Em linhas gerais, isso significa dizer que quem deixou R$ 1000 na poupança perdeu R$ 48 no período.

OLHA SÓ: 4 passos para começar a investir em 2021

Com o resultado de abril, este é o oitavo mês que a caderneta apresenta resultados que diminuem o poder aquisitivo de quem investe no produto e isso acontece porque a rentabilidade não acompanha o avanço da infalçai no país.

A margem negativa de 4,8% é a mais expressiva desde junho de 2003, quando quem otava por manter o dinheiro na poupança chegou a perder 4,94% do poder de compra no período de 12 meses.

Ainda com dados do Econometria publicados pelo UOL, a melhor opção de investimento do mês de abril foi o Ibovespa, que registrou 1,62% de valorização acima da inflação.

Apesar do desempenho ruim do dólar americano, com quedas de 5,45% em abril, o ativo, junto ao Ibovespa, foi a única aplicação de que ainda presentou resultado acima da inflação com valorização de 1,58%.

Resultados de 2021

Entre os ativos que mais sofreram desvalorização nos quatro primeiros meses de 2021 estão o ouro, com perda de 5,56%, seguido pelos fundos de inflação e imobiliários IMA-B e IFIX, que registraram baixa de 4,44% e 2,62%, A popança aparece na sequência do acumulado de janeiro a abril com baixa de 1,82%.

Inflação

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPCA, marcador utilizado para medir a inflação do país, desacelerou a 0,31% em abriu, após chegar a 0,93% no mês de março.

E AINDA: 8 motivos para investir ao invés de poupar

O principal impacto de aumento dos preços no índice está atribuída à alta nos medicamentos com 2,69%.

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: