Assine nossa newsletter

O que é o Day Trade e como funciona

Modalidade de operação no mercado financeiro tem atraído cada vez mais os brasileiros
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email

O mercado financeiro evoluiu muito nos últimos anos. Antigamente, era comum ver muitos operadores em uma sala da Bolsa de Valores de olho em vários monitores, telefones tocando, um barulho sem fim. Hoje, todas as negociações acontecem pela internet, por meio de plataformas online.

Mas, para uma categoria de investidores, a tensão das negociações continua a mesma. Quem opta por operar na modalidade Day Trade, precisa ter atenção nas telas a todo minuto.

OLHA SÓ: Entenda como funciona o mercado financeiro e para que ele serve

Essa modalidade específica de investimento no mercado financeiro tem atraído cada vez mais os brasileiros. Em 2020, por exemplo, a Bolsa de Valores brasileira (B3) registrou um crescimento de 138% no número de operações de Day Trade.

Nas redes sociais, há uma série de cursos ministrados por supostos especialistas que ensinam a operar e prometem que você vai ganhar muito dinheiro de forma rápida e sem muito esforço. Mas será que isso é verdade mesmo?

Neste artigo você vai compreender de forma simplificada:

  • O que é Day Trade e como funciona
  • Quem pode fazer Day Trade
  • Quais ativos podem ser negociados no Day Trade
  • Quais são os riscos e as vantagens
  • Estratégias e dicas
O que é o Day Trade e como funciona

O que é Day Trade e como funciona

Na tradução do inglês para o português, Day Trade ou Day Trading pode significar “transação do dia”. No mercado financeiro, essa modalidade opera compra e venda de ações no prazo máximo de um dia. O operador desse tipo de transação recebe o nome de day trader.

A operação pode ter início com a compra ou a venda de ativos rapidamente. Ou seja, o investidor pode iniciar a operação comprando ações e, no mesmo dia, vender todas elas com o objetivo de ter lucro. 

Na prática, por exemplo, um investidor adquire um lote de ações às 11h00 a R$ 25 por ação e, às 12h00, ele vende cada papel a R$ 26,50 cada, com um lucro de R$ 1,50 por ação. Em outro exemplo, um operador vende um lote de ações às 10h00 pelo valor de R$ 15 cada e, às 16h00, recompra os papéis pelo valor de R$ 14, com o lucro de R$ 1 por ação.

ENTENDA: Como diversificar investimentos

O objetivo é lucrar com as movimentações diárias de cada papel. Por isso, a volatilidade, neste caso, é uma característica do mercado que o investidor procura aproveitar para obter ganhos.

Quem pode fazer Day Trade

Qualquer pessoa pode se tornar um day trader, desde que tenha acesso à internet, seja maior de idade e esteja cadastrada em uma corretora ou administradora de fundos mobiliários.

Apesar de não precisar de nenhum tipo de formação ou certificado específico para operar, é essencial conhecer as dinâmicas do mercado financeiro.

Por isso, a indicação de especialistas é que o day trader seja um investidor que já tenham alguma experiência no mercado e conhecimento sobre a dinâmica da renda variável.

Quais ativos podem ser negociados no Day Trade

As operações são feitas com ações no mercado à vista ou com derivativos no chamado mercado futuro, sobretudo Ibovespa e câmbio.

Exemplos de ações com alta liquidez, que sempre têm pessoas querendo comprar ou vender, são as famosas blue chips, como Itaú (ITUB4), Petrobras (PETR4), Vale (VALE3), Bradesco (BBDC4), Suzano (SUZB3), Via Varejo (VVAR3) e outras.

Essas operações de compra e venda na Bolsa de Valores são realizadas por meio do Home Broker, plataforma online que conecta as corretoras ao ambiente da B3.

FIQUE POR DENTRO: O que é inflação e como ela afeta o seu bolso

Quem investe em Day Trade só é tributado quando tem lucro e não tem prejuízos anteriores para serem compensados. A alíquota é de 20% sobre o lucro líquido já descontado o custo de corretagem. Quem teve um lucro líquido de R$ 5 mil, por exemplo, deverá pagar R$ 1 mil de tributos.

Quais são as vantagens

Alavancagem: uma das vantagens do Day Trade é que você pode operar sem ter, necessariamente, todo o dinheiro necessário para comprar as ações, basta ter uma garantia. Ou seja, o investidor só precisa pagar pelas perdas ou receber o lucro da operação;

Agilidade: como já explicamos, a operação deve ser feita em apenas um único dia e, por isso, permite aproveitar oscilações na bolsa para ter um ganho rápido;

Ganhar com a queda: nesse caso, além de ganhar com a valorização de ações, o operador também pode lucrar ao vender ações e depois comprá-las por um preço menor;

Liquidez: o lucro da operação fica disponível para ser retirado em cerca de 24 horas;

Controle de prejuízo: como você pode perder dinheiro com facilidade, é possível programar a venda das ações automaticamente caso elas desvalorizem e cheguem em determinado preço, por um mecanismo chamado de stop loss.

Quais são os riscos

Prejuízo: da mesma forma que você pode ganhar muito dinheiro em um curto período de tempo, o prejuízo também pode ser muito alto porque não há nenhuma garantia de lucro. É um tipo de investimento que demanda muito conhecimento sobre o mercado financeiro e de como ele funciona para operar na bolsa;

LEIA AQUI: Qual a diferença entre renda fixa e renda variável

Demanda tempo: o investidor que vai comprar ou vender os ativos precisa ficar sempre de olho enquanto o pregão acontece na Bolsa de Valores. É preciso ter tempo porque ele vai ter que acompanhar todas as oscilações de preços do ativo para definir o momento certo de compra e venda;

Dedicação: diferente de outras modalidades, como o Day Trade é realizado em um curto espaço de tempo, o investidor precisa se dedicar a acompanhar o movimento da Bolsa de forma constante, o que envolve analisar gráficos, ler análises e estabelecer estratégias.

Estratégias e dicas

Os interessados de começar a investir nesta modalidade, precisam conhecer duas estratégias essenciais. Uma é a análise técnica, indicada para operações de curto prazo. A outra são técnicas de gerenciamento de risco.

A primeira estratégia oferece ao investidor as informações que ele precisa sobre a hora certa de comprar ou vender ações, o que, na prática, representa ganhar ou perder dinheiro na bolsa de valores. Sorte não é importante no Day Trade.

A análise técnica envolve três premissas básicas:

A expectativa de mercado se reflete no valor das ações;
Há tendências no movimento dos preços das ações;
A compreensão do futuro pode estar no entendimento do passado.

Por exemplo, o day trader tem a possibilidade de identificar quais ações oferecem as melhores oportunidades, com o monitoramento de padrões de comportamento em atividades passadas, como preços e volume de ações já negociadas. Existem vários cursos disponíveis de análise técnica e muitos deles podem ser feitos a distância, pela internet.

A principal dica para quem quer começar a investir na bolsa como day trader é que vai ser importante, ou melhor, essencial que você tenha tempo para acompanhar o mercado e o noticiário. Isso porque comprar e vender ativos no mesmo dia demanda um nível de atenção elevado aos movimentos da bolsa.

SAIBA MAIS: Quando investir em criptomoedas é uma boa opção

Estude sobre o assunto e comece aos poucos, é preciso ter estrutura financeira e preparo emocional. Uma das máximas desta modalidade é que você até pode ganhar dinheiro, mas também vai perder. Esteja preparada para isso. Uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas mostrou que, entre 2012 e 2018, 99,43% dos investidores de Day Trade desistiram de continuar operando com esta modalidade na B3. Apenas 0,08% deles obtiveram altos lucros.

A principal dica dos especialistas é que você faça muitos testes antes de começar a colocar o seu dinheiro no negócio. As corretoras oferecem simuladores que permitem realizar esse tipo de teste, como se o investidor estivesse no site da Bolsa de Valores.

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem:

Assine nossa newsletter