Principais notícias do mercado para terça-feira

Expectativa de aumento da taxa Selic, alta das empresas de tecnologia e tudo que vai mexer com o mercado hoje
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O S&P500 fechou com uma nova máxima histórica ontem (15), com alta de 0,2% a 4.255 pontos, com destaque para as empresas de tecnologia. Isso ocorreu porque os juros futuros abaixaram nos Estados Unidos, o que faz com que os investidores passem a aplicar em empresas com potencial de crescimento, principalmente nas de tecnologia.

Nos Estados Unidos, os investidores ainda aguardam notícias sobre a decisão do Federal Reserve, banco central dos EUA, de políticas econômicas que o governo irá adotar. Os posicionamentos serão divulgados amanhã (16).

OLHA SÓ: Principais notícias do mercado para segunda-feira

O Ibovespa também fechou em alta a 130.207 pontos, um aumento de 0,59% e se aproximou de sua máxima histórica. O mercado foi puxado pela expectativa do anúncio do Copom sobre um novo aumento da taxa Selic amanhã e pela divulgação das decisões do Federal Reserve. Outra notícia que animou o mercado foi a antecipação das metas de vacinação em São Paulo, o que mostrou que o processo pode estar caminhando mais rápido que o previsto.

Também houve a divulgação dos dados de atividade econômica do Banco Central, o IBC-BR, que é visto como uma prévia do PIB. No mês de abril, o índice apresentou um aumento de 0,44% em comparação a março. O resultado foi abaixo da expectativa do mercado, que esperava alta de 1,35%, mas trouxe um bom sentimento sobre a recuperação econômica do Brasil.

Em Brasília, ainda estão em curso as negociações sobre a privatização da Eletrobrás. A esperança é de que a votação para a aprovação da Medida Provisória aconteça amanhã no Senado, apesar de ainda não haver um acordo quanto ao texto. Lembrando que a MP tem validade até o dia 22 deste mês e se não houver a aprovação até lá, ela será anulada.

Carol Proença é estudante de Economia e especialista de investimentos certificada

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: