Principais notícias do mercado para terça-feira

Queda do bitcoin, valorização do petróleo e tudo que vai mexer com o mercado hoje (22)
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

As bolsas norte-americanas fecharam em alta ontem (21), como resultado de diversas baixas aproveitadas pelo mercado para negociar ações mais baratas. Este movimento fez com que os papéis se valorizassem e as bolsas encerrassem o pregão do início da semana em alta.

O S&P500 fechou com uma alta de 1,4% a 4.224 pontos, com destaque para as empresas do setor de commodities e expectativa de que ocorra um aumento na demanda por petróleo.

OLHA SÓ: Principais notícias do mercado para segunda-feira

Outro destaque do cenário internacional foram as criptomoedas que apresentaram, em sua maioria, quedas significativas após o governo da China decretar a suspensão dos criptoativos no país e fechar diversas mineradoras da moeda digital. O relatório do jornal Global Times estima que 90% da capacidade de mineração do Bitcoin será encerrada e o receio do mercado fez com que houvesse essa desvalorização.

A bolsa brasileira também fechou em alta nesta segunda, com 129.264 pontos e valorização de 0,67%. O resultado foi puxado pelo otimismo no cenário norte-americano a pelos preços das ações da Petrobrás, que subiram mais de 2%, após uma valorização do preço do petróleo.

Com esse cenário, o dólar fechou com queda de 0,96% a R$ 5,02. A moeda também apresentou queda após o aumento da projeção da taxa Selic para o final de 2021 e com a expectativa de que os dados domésticos no Brasil sejam mais favoráveis para a economia do país .

Ontem, a Câmara dos Deputados aprovou o texto da medida provisória da privatização da Eletrobrás, isso promete movimentar o mercado de forma positiva hoje.

Hoje também será divulgada a ata do COPOM, que irá mostrar as estratégias que o governo vai adotar para administrar a inflação e a taxa Selic, taxa básica de juros no Brasil.

Carol Proença é estudante de Economia e especialista de investimentos certificada

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: