Ibovespa perde fôlego com recuo de Vale

BR Distribuidora era destaque positivo após oferta de ações da companhia pela Petrobras
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O Ibovespa perdia o fôlego hoje (1), após uma abertura mais positiva, com a maioria das ações no vermelho, enquanto BR Distribuidora era destaque positivo após oferta de ações da companhia pela Petrobras.

Às 11h03, o Ibovespa caía 0,56 %, a 126.090,25 pontos. Na máxima, mais cedo, chegou a subir a 127.203,61 pontos. O volume financeiro era de R$ 4,9 bilhões.

OLHA SÓ: Principais notícias do mercado para quinta-feira

Na visão da economista chefe da Consulenza Investimentos, Helena Veronese, o segundo semestre começa com sinais de retomada econômica cada vez mais consistentes no Brasil e no mundo, mas com um cenário político doméstico intenso.

“A CPI da Covid segue no foco dos investidores, com as denúncias de irregularidades em torno de compras de vacinas ganhando força – e sendo potencial fonte de estresse e volatilidade”, afirmou.

No Senado, a CPI da Covid ouve nesta quinta-feira Luiz Paulo Dominguetti, representante da Davati Medical Supply, que afirmou ao jornal Folha de S.Paulo ter recebido pedido de propina de US$ 1 por dose, em troca de assinar contrato de venda de vacinas AstraZeneca com o Ministério da Saúde.

Estrategistas do Itaú BBA, por sua vez, elevaram o preço-alvo do Ibovespa no final do ano a 152 mil pontos, de 135 mil pontos antes, citando expectativas maiores para os lucros em 2021 e 2022, principalmente no segmento de commodities.

Destaques

VALE ON recuava 1,1%, principal pressão de baixa no Ibovespa, em sessão de ajustes após subir nos dois pregões anteriores, apesar da alta dos contratos futuros do minério de ferro na China.

ENERGISA UNIT caía 1,9%, após arrematar o lote 4 mo leilão de projetos de transmissão na quarta-feira, para projeto no Tocantins, oferecendo um deságio de 62,80% em relação à Receita Anual Permitida (RAP) prevista pela Agência Nacional e Energia Elétrica (Aneel).

E AINDA: Banco Central regulamenta Linhas Financeiras de Liquidez

MULTIPLAN ON mostrava declínio de 1,9%, após trégua na véspera, conforme investidores seguem avaliando os potenciais efeitos de medidas propostas na segunda fase da reforma tributária. No setor, BRMALLS ON caía 1,7% e IGUATEMI ON cedia 1,4%.

BR DISTRIBUIDORA ON avançava 3,4%, após oferta de ações da companhia pela Petrobras precificada na véspera a 26,68 reais cada. PETROBRAS PN valorizava-se 0,5%, após levantar 11,36 bilhões de reais com a oferta da BR e ajudada pela alta do petróleo no exterior.

USIMINAS PNA subia 2,5%, após estimativa da companhia de impacto positivo de 2,4 bilhões de reais, antes de efeitos fiscais, em seus resultados após a decisão do STF que excluiu o ICMS da base da cálculo do PIS/Cofins.

(com Reuters)

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: