Bitcoin sofre realização de lucros, mas caminha para maior ganho mensal desde fevereiro

Criptomoeda acumula valorização de cerca de 34% em outubro
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O bitcoin recuava hoje (27) para uma mínima em quase duas semanas, ampliando as perdas desde que atingiu um recorde na semana passada, mas ainda a caminho do seu melhor mês desde fevereiro.

Por volta de 16:10 (horário de Brasília), a maior criptomoeda do mundo cedia 2,9%, a US$ 58.555,10. No pior momento, chegou a US$ 58.100,01, acumulando uma queda de 13,3% desde o recorde intradia de US$ 67.016,50 de 20 de outubro.

LEIA MAIS: Mastercard lança cartão adaptado para pessoas cegas e deficientes visuais

Moedas menores, como ethereum e ripple, que tendem a se mover em conjunto com o bitcoin, cediam 4,2% e 9,1%, respectivamente.

De acordo com Tony Sycamore, analista no City Inde, as perdas do bitcoin refletem movimentos de traders que estão realizando lucros sobre o recente rali da moeda.

No mês, o bitcoin ainda acumula valorização de cerca de 34%, que se mantido será seu melhor desempenho em oito meses.

O bitcoin está enfrentando “uma tendência de baixa de curto prazo”, disse Du Jun, cofundador da operadora de criptomoedas Huobi Group, acrescentando que novas quedas podem ser limitadas devido aos volumes de negociação relativamente baixos.

(Com Reuters)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Participe da live Meu Primeiro Investimento

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: