Brasil está em 10º lugar no ranking das cervejas mais baratas do mundo

País é o terceiro maior consumidor da bebida do globo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
mulheres bebendo cerveja em bar
Brasil é o terceiro país que mais consome cerveja no mundo (Foto: Pexels)

O Brasil aparece na 10a posição quando o assunto é o preço da cerveja. Atrás de nações como a Etiópia, que ocupa o topo do ranking mundial das bebidas mais baratas, e a Colômbia, em 8o lugar, o país registra um custo médio de US$ 1,38 para cervejas em embalagens de 500 ml.

As informações foram reveladas por um estudo da plataforma de desconto CupomValido.com.br com dados da Numbeo e da Statista sobre o custo médio da cerveja no mundo todo. Na pesquisa, o dólar foi utilizado como moeda para a comparação do poder de paridade de compra entre as diferentes nações.

No caso do Brasil, o valor auferido é 66% menor do que o custo médio da bebida, de US$ 4,06.

As cervejas mais caras e mais baratas

A região do Oriente Médio e da Escandinávia estão no topo do ranking inverso – o das cervejas mais caras do mundo. O primeiro colocado é o Emirados Árabes Unidos, onde é preciso desembolsar nada menos do que US$ 10,89 por uma única garrafa de 500 ml. Logo atrás ficam Omã e Noruega, que cobram US$ 10,55 e US$ 10,31, respectivamente.

LEIA MAIS

No outro extremo do ranking estão Etiópia, Zâmbia e Vietnã, países onde a cerveja é vendida por US$ 0,75, US$ 0,87 e US$ 0,88.

Brasil é o terceiro país que mais consome cerveja no mundo

Com 7% do consumo mundial, o Brasil é o terceiro país que mais consome cerveja. O país só fica atrás da China e dos Estados Unidos, responsáveis por 27% e 13% do volume consumido em todo o globo, respectivamente.

Por aqui, a Skol é a cerveja mais vendida, seguida por Brahma, Antarctica, Schin e Itaipava.

Levando em consideração os fatores decisivos para a compra da bebida pelos brasileiros, o sabor fica em primeiro lugar, seguido do preço e, por fim, do tipo. Além disso, a grande maioria tem preferência por consumir cerveja em garrafa (47%), enquanto 39% optam pelas embalagens em latas.

No cenário mundial, a Snow é a cerveja mais vendida, seguida da Tsingtao – ambas da China. As norte-americanas Bud Light e Budweiser aparecem na 3a e 4a posições. Em 5o lugar está a brasileira Skol.

Veja, nos rankings a seguir, as cervejas mais caras e mais baratas do mundo:

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: