Alimentos pesam e IPC-Fipe acelera alta a 1,62% em abril

Grupo de transportes também é destaque, com avanço de 2,06% no mês
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo passou a subir 1,62% em abril após alta de 1,28% em março, com os preços de alimentos pesando com força no índice.

Os dados informados hoje (04) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) mostram que a alta de 3,38% do grupo alimentação exerceu o maior peso sobre o resultado do mês, depois de avançarem 2,43% em março.

Além disso, se destacaram os avanços de 2,06% dos transportes em abril, bem como a alta de 1,71% das Despesas Pessoais, depois de altas respectivamente de 1,68% e 0,96% no mês anterior.

O IPC-Fipe mede as variações quadrissemanais dos preços às famílias paulistanas com renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos.

(Com Reuters)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: