Fundos multimercado deixam Meta e Netflix em meio à liquidação de ações de tecnologia

Tiger Global Management, Winslow Capital Management e Scopus Asset Management estão entre as gestoras que venderam todos os papéis que detinham da plataforma de streaming
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

Tiger Global Management, Winslow Capital Management e Scopus Asset Management estão entre as gestoras que venderam todas as ações que detinham da Netflix antes da empresa anunciar a primeira perda de assinantes em mais de uma década, de acordo com documentos regulatórios divulgados ontem (16).

A venda de participação na Netflix, cujo preço das ações caiu cerca de 69% no ano até o momento, ocorre à medida que os gestores de fundos reavaliam posição em grandes empresas de tecnologia, que dispararam após o início da pandemia de Covid-19 em 2020 e ajudaram a impulsionar o S&P 500 para patamares recorde.

O S&P 500 agora acumula queda de aproximadamente 16% no ano, enquanto o índice Russell 1000 Growth , que é mais focado em empresas de tecnologia, cedeu próximo a 25% no mesmo período.

A Light Street vendeu todas as 149.025 ações que possuía da Meta, controladora do Facebook, e 7.960 papéis na Netflix. A gestora reduziu quase pela metade a participação na Alphabet, controladora do Google, e diminuiu a exposição à Amazon.com , cortando-a em 10% no trimestre encerrado em março, mostram os documentos.

LEIA TAMBÉM

Enquanto isso, a Hitchwood Capital Management vendeu todas as suas 390.000 ações da Meta, enquanto a D1 Capital, de Dan Sundheim, diminuiu participação na Amazon em 22%, para 198.433 ações, e a Melvin Capital vendeu todos os 850.000 papéis da Meta que possuia.

Apesar do movimento de fuga das empresas de tecnologia, algumas gestoras aumentaram posições em empresas selecionadas. A Farallon Capital Management adquiriu 698.195 ações da Meta, cujos papéis caíram 40,5% no ano até agora.

A Coatue Management, por sua vez, aumentou o número de ações que detinha na dona do Facebook em 18,2% no primeiro trimestre, para 2.797.896. A gestora também comprou mais papéis da Netflix, encerrando março com 1.438.956, ou 54,5% a mais do que em dezembro.

(Com Reuters)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: