Entenda o que acontece se você não declarar imposto de renda

Prazo final para a entrega da declaração é 31 de maio
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

Faltam poucos dias para acabar o prazo de entrega da declaração de imposto de renda, que se encerra em 31 de maio. O tributo sobre rendimento, cobrado pelo Governo Federal anualmente, solicita aos trabalhadores e empresas que informem à Receita Federal seus ganhos ao longo do último ano.

E são muitos os fatores que tornam uma pessoa ou companhia elegível a declarar o imposto. “Todos aqueles que tiveram renda superior a R$ 1.903,98 mensais ou obtiveram rendimentos somados acima de R$ 28.559,70, incluindo horas extras e benefícios do INSS, entre outros, devem fazer a declaração”, explica Thayse Mariane, contadora da Leoa, plataforma de declaração e antecipação da restituição do imposto de renda.

Se você ainda não declarou seus rendimentos referentes a 2021 e está se perguntando o que aconteceria caso não o fizesse, a especialista explica, em detalhes, as consequências. 

O que acontece se eu não declarar o IR?

Thayse explica, primeiramente, que se o contribuinte for obrigado a realizar a declaração e não o fizer no prazo, o Leão aplicará uma multa de R$ 164,75 – isso em caso de não haver imposto devido. 

LEIA TAMBÉM

Já se houver imposto a pagar, a especialista alerta que a cobrança passa a ser de 1% sobre o valor por mês de atraso. “E pode chegar até a 20% do imposto devido mais os juros”, conta.

“Nessas situações, quando o contribuinte não realiza a entrega e o pagamento, os débitos são descontados de restituições de declarações futuras”, explica Thayse. Vale ressaltar que o período de atraso começa a contar um dia após o fim do prazo de entrega da declaração do IR – ou seja, 1o de junho. 

Além das multas aplicadas, em casos extremos o contribuinte que não efetuar a declaração do imposto de renda pode ter o CPF cancelado pela Receita Federal.

A especialista também explica que, aqueles que esqueceram ou que não sabiam da necessidade de declarar e acabaram perdendo o prazo, a declaração deve ser feita do mesmo jeito, com a cobrança de multa por atraso.

Quem precisa declarar o Imposto de Renda 2022? 

Thayse lista, abaixo, todas as pessoas que precisam declarar o IR em 2022 (rendimentos referentes a 2021):

  • Todos que, em 2021, obtiveram rendimentos somados acima de R$ 28.559,70, incluindo: salário, horas extras, quantias recebidas pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), benefícios e pensões, entre outros;
  • Receberam rendimentos não tributáveis (indenizações trabalhistas, herança, doações e indenizações de seguros, entre outros) ou tributáveis (recebidos em concursos, loterias, 13º salário, títulos de capitalização etc.) na fonte, superiores a R$ 40 mil;
  • Receberam receita bruta superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;
  • Proprietários de bens superiores a R$ 300 mil, como imóveis, veículos, obras de arte, joias etc.. O valor a ser considerado é o de aquisição, e não o atual;
  • Tiveram ganhos de capital na alienação de bens ou direitos ou aplicaram em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros ou assemelhadas;
  • Venderam imóvel residencial, usaram o recurso na compra de outra residência para moradia — dentro do prazo de 180 dias após a venda — e optaram pela isenção do imposto de renda;
  • Passaram a residir no país em qualquer mês do ano.

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: