Volume de operações no Selic cresce 42,5% e movimenta R$ 5,7 trilhões por dia em 2021

Segundo Relatório Anual do sistema, foram 28,9 mil operações por dia no ano passado
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O volume financeiro diário movimentado pelo Selic (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia) apresentou alta de 42,5% no ano passado na comparação com 2020, saindo de R$ 4 trilhões para atingir a marca de R$ 5,7 trilhões diariamente. Os dados podem ser conferidos no RAS 2021 (Relatório de Administração do Selic), que traz o balanço de todas as atividades do sistema no último ano. O Selic é operacionalizado pelo Demab (Departamento de Operações do Mercado Aberto), do Banco Central, em uma parceria público-privada com a ANBIMA

Na quarta edição, o relatório apresenta os resultados alcançados na administração do Selic e nos módulos complementares. “O sistema contém dados que reforçam a robustez do mercado financeiro brasileiro. Consolidar esses números e dar transparência a eles no relatório é uma boa prática que contribui para a confiabilidade e acesso às informações do sistema”, destaca Marcus Sucupira, chefe da Dicel (Divisão de Administração do Selic no Banco Central).

O documento também mostra crescimento de 13,3% nas operações diárias envolvendo títulos públicos federais, saltando de 25,5 mil para 28,9 mil transações por dia. O número de leilões processados, que incluem leilões de títulos do Tesouro Nacional, de operações compromissadas e de contratos de swap cambial efetuados pelo BC, teve redução de cerca de 15%, saindo de 1.540 em 2020 para 1.309 no ano passado.

Entre os indicadores do relatório, destaca-se o IDS (Índice de Disponibilidade do Selic), que, no ano passado, ficou acima da meta estabelecida para o período (99,80%), alcançando 99,96% em dezembro. Ao longo dos anos, o indicador superou a meta em todos os meses, variando entre o mínimo de 99,96% observado em junho e julho de 2018 e de maio a dezembro de 2021, e o máximo de 100% observado entre junho de 2019 e abril de 2020. “A disponibilidade do Selic, que está acima do previsto inicialmente, reforça o bom funcionamento e a qualidade do sistema que é acessado diariamente pelas instituições financeiras”, diz Francisco Vidinha, superintendente do Selic na ANBIMA.

LEIA MAIS

Em 2021, os acessos ao Selic cresceram cerca de 5%, alcançando 190,7 milhões. No ano anterior, esse número era de 182,1 milhões.

Novidades do ano

O balanço da Plataforma de Pre-Matching é uma das novidades do RAS 2021 – na edição de 2020, o tema constava na agenda prevista para o ano seguinte. Ela automatiza o processo de conferência dos dados das operações realizadas entre as instituições financeiras antes do registro no Selic. No ano passado, o valor financeiro dos negócios registrados na ferramenta variou de R$ 13 milhões em março, quando ela começou a operar, para R$ 60 milhões em dezembro. “A plataforma foi construída a partir de uma demanda do mercado e o feedback das instituições financeiras foi essencial para que ela atendesse às necessidades das casas”, comenta Sucupira. Novas funcionalidades e outras melhorias para a Pre-matching estão no plano de ação de 2022.

Entenda o Selic

O Selic é a infraestrutura do mercado financeiro brasileiro – é nele que ficam custodiados os títulos emitidos pelo Tesouro Nacional e que praticamente todas as operações com esses papéis são registradas e liquidadas em tempo real. A operacionalização do sistema é feita por meio de um convênio de cooperação entre a ANBIMA e o regulador há 42 anos.

É no Selic, ainda, que acontece o processamento dos leilões de títulos públicos feitos pelo Tesouro Nacional, de operações compromissadas e de contratos de swap cambial comandados pelo BC.

A taxa básica de juros do Brasil, também chamada de Selic, é calculada diariamente e utilizada como referência para ações de política monetária e para diversos outros indicadores do mercado. O cálculo dela é feito com a média ponderada do volume financeiro das taxas de juros de operações compromissadas com títulos públicos em um dia útil.

(Com ANBIMA)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: