Petróleo sobe antes de reunião da Opep+, mas Covid na Índia limita alta

Valor do barril era vendido por US$ 66, antecedendo o encontro com grupo de países produtores e exportadores
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

Os preços do petróleo subiam hoje (27), com o Brent, referência internacional, tocando US$ 66 por barril antes de reunião do grupo de produtores Opep+ para discussões sobre sua política de oferta, embora preocupações com a crise do coronavírus na Índia e impactos na demanda limitassem a alta.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados terão uma reunião de monitoramento hoje, ao invés de amanhã como planejado antes.

Um encontro técnico do grupo na segunda-feira expressou preocupações com os crescentes casos de Covid-19, mas manteve inalteradas suas projeções para a demanda por petróleo.

O petróleo Brent subia US$ 0,4 ou 0,61%, a US$ 66,05 por barril, às 8:11 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava US$ 0,48, ou 0,78%, a US$ 62,39 por barril.

“Traders não querem perder o potencial altista da reunião da Opep+, então há um otimismo limitado refletido nos preços”, disse Bjornar Tonhaugen, da Rystad Energy.

“Se a Opep+ fechar os olhos para a situação na Índia, os ganhos podem evaporar rapidamente.”

O grupo conhecido como Opep+ deve começar a reduzir levemente seus cortes de produção a partir de 1° de maio, sob um plano acertado antes da recente disparada da Covid-19 na Índia, onde o número de novos casos diários registrados subiu para mais de 300 mil por diversos dias.

“Nós ainda esperamos que o grupo não deve anunciar mudanças em seus planos”, disseram analistas do ING Economics em nota.

(com Reuters)

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: