Ibovespa fecha em alta e reverte perda na semana

Com alta de 1,56%, bolsa fecha a 127.621,65 pontos e quebra série de três perdas semanais
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa subiu 1,56%, a 127.621,65 pontos, quebrando uma série de três perdas semanais e acumulando na semana uma acréscimo de 0,29%. O giro financeiro de hoje (2) somou R$ 26,6 bilhões.

Em Nova York, o S&P 500 renovou máximas históricas após o relatório de empregos de junho dos Estados Unidos mostrar níveis robustos de contratação, mas fraquezas ainda persistentes no mercado de trabalho.

OLHA SÓ: Brasil vê boom em negócios de fusões e aquisições, puxados por energia, varejo e saúde

“O payroll foi bem melhor do que o esperado, ajudou bastante (as bolsas)”, disse o economista e sócio da VLG Investimentos, Leonardo Milane, referindo à folha de pagamento não agrícola dos EUA, que mostrou criação de 850 mil vagas de trabalho em junho.

Apesar da criação de postos de trabalho acima do esperado, a relativa acomodação nos rendimentos e a alta na taxa de desemprego favorecem expectativas de que o Federal Reserve não precisará adotar nenhum movimento brusco em relação aos juros.

De acordo com o gestor de renda variável da Western Asset Cesar Mikail, os mercados no exterior reagiram bem aos números de emprego dos EUA e o Brasil acompanhou.

Ele também citou uma recuperação na bolsa paulista após dois dias de vendas para fazer frente à oferta de ações da BR Distribuidora pela Petrobras, que foi precificada na última quarta-feira e movimentou R$ 11,36 bilhões.

E AINDA: Indústria do Brasil volta a crescer em maio após três quedas seguidas

A pauta macro no Brasil nesta sessão endossou o sinal positivo do Ibovespa, com avanço de 1,4% na produção industrial em maio, segundo o IBGE, retomando o nível pré-pandemia, embora abaixo do esperado.

“A atividade no setor de serviços está se recuperando mais claramente no Brasil, ao mesmo tempo em que a atividade no setor de bens segue bem sustentada e se expandindo na margem. Isto deve produzir uma aceleração do crescimento do PIB no terceiro trimestre de 2021”, avaliaram economistas do Itaú Unibanco.

A alta nesta sexta-feira vem após o Ibovespa fechar com sinal negativo nos últimos três pregões consecutivamente, acumulando no período queda de 1,38%, e assegura um começo positivo para o mês de julho, com alta de 0,65%.

Em junho, o Ibovespa assegurou o quarto ganho mensal seguido no azul, uma alta de 0,46%, mas ficou distante das máximas registradas no começo do mês, quando chegou a superar os 131 mil pontos durante o pregão do dia 7.

Destaques

– BTG PACTUAL UNIT fechou em alta de 4,34%, após concluir a venda de sua participação de 49% na Credpago Serviços de Cobrança para a Loft Tecnologia, estimando ganho de aproximadamente de R$ 1,4 bilhão com o negócio. BRADESCO PN avançou 2,39% e ITAÚ UNIBANCO PN subiu 1,08%.

– VALE ON ganhou 2,07%, com o setor de mineração e siderurgia como um todo no azul nesta sessão diante de alta dos futuros do minério de ferro na China. A companhia informou que está comissionando as atividades no carregador de navios 6 (CN6), no Terminal Marítimo Ponta da Madeira, em São Luís, após manutenção.

– PETROBRAS PN subiu 0,41%, conforme o petróleo Brent mostrou melhora durante o pregão. A empresa anunciou na quinta-feira, após o fechamento do mercado, que iniciou o processo de venda da sua participação em blocos exploratórios localizados em terra na Bacia do Paraná.

– ULTRAPAR ON valorizou-se 4,24%, em sessão de recuperação, após fechar na véspera na mínima desde o começo de março. No setor de distribuição de combustíveis, BR DISTRIBUIDORA ON subiu 2,76%, mantendo o sinal positivo da quinta-feira, após a Petrobras vender sua participação na companhia nessa semana.

– MAGAZINE LUIZA ON avançou 4,59%, reagindo após duas sessões consecutivas de queda, quando acumulou declínio de 4,5%. No setor, B2W ON subiu 1,79% e VIA VAREJO ON fechou com acréscimo de 0,91%.

– SUZANO ON caiu 1,87%, em sessão de poucas quedas do Ibovespa, enquanto a rival KLABIN UNIT subiu 0,83%.

– TEGMA ON, que não está no Ibovespa, disparou 12,9%, segunda maior alta do Small Caps, após a JSL anunciar proposta de aquisição pela rival. A transação em dinheiro e ações inclui o pagamento de R$ 989 milhões aos acionistas da Tegma, bem como 49,4 milhões de novas ações da JSL. JSL ON avançou 5,97%.

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: