Curso sobre dependência química em mulheres fecha inscrições hoje

Aulas ocorrem dos dias 22 de março a 12 de maio
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

Hoje (15) é o último dia de inscrições no curso Amparo – Aprendendo sobre a dependência química em mulheres acolhidas e reclusas: oportunidades de cuidado e atenção. Promovido em parceria pelos Ministérios da Cidadania e pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o curso gratuito é desenvolvido pela Secretaria de Educação a Distância da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Com carga horária total de 28h, as aulas serão dadas de 22 de março a 12 de maio de 2022. Ao final, os participantes que completarem todas as avaliações obrigatórias e obtiverem o desempenho exigido receberão certificado de extensão universitária, emitido pela UFSC, com validade em todo o território nacional. O documento será eletrônico e com autenticidade digital. As inscrições podem ser feitas pelo site.

Conteúdo

Os sete módulos abordam temas como o consumo de substâncias psicoativas e dependência química no Brasil e no exterior, as diferenças entre sexo no uso e abuso de substâncias psicoativas, o impacto da dependência química na vida da mulher, o tratamento e a recuperação, além do contexto do encarceramento feminino e recomendações para prevenção e cuidados com a covid-19 no sistema prisional e nas comunidades terapêuticas.

Profissionais atuantes no contexto de comunidades terapêuticas e instituições carcerárias terão prioridade de inscrição, para isso, eles devem anexar comprovante de vínculo ocupacional com os órgãos estaduais e/ou municipais.

Comunidades terapêuticas

As comunidades terapêuticas são instituições que acolhem pessoas que buscam voluntariamente se recuperar da dependência química. Utilizam como tratamento atividades laborais, esportivas, recreativas, oficinas profissionalizantes e oferecem acolhimento psicológico e espiritual.

No início de 2018 eram 2.900, com aporte de R$ 40 milhões ao ano. Ao fim de 2021, já eram 10.657 vagas financiadas em 483 comunidades terapêuticas pelo Brasil.

(Com Agência Brasil)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Compartilhar a matéria:

×