Rainha Elizabeth afirma que sempre dedicará a própria vida para servir

Monarca deixou de ir à missa de Commonwealth hoje (14)
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

A Rainha Elizabeth, do Reino Unido, disse que sua vida seria sempre dedicada a servir em uma mensagem para marcar o Dia da Commonwealth, depois que o monarca de 95 anos foi forçada a sair da missa anual hoje (14) para marcar a data.

Elizabeth, a monarca mais velha e há mais tempo no trono do mundo cuja saúde se tornou uma preocupação crescente, anunciou na última sexta-feira (11) que não participaria da missa da Commonwealth na Abadia de Westminster, em Londres, que a realiza frequenta há quase 50 anos.

Conheçaa plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

O Palácio de Buckingham disse que seu filho e herdeiro, o príncipe Charles, a representaria na missa. A decisão não estava relacionada a nenhuma doença, mas devido à preocupação com o desconforto de viajar de sua casa no Castelo de Windsor, para o oeste de Londres.

“Neste ano do meu Jubileu de Platina, deu-me prazer renovar a promessa que fiz em 1947, de que minha vida será sempre dedicada a servir”, disse ela em uma mensagem à Commonwealth, uma organização de 54 nações, principalmente ex-colônias britânicas, que ela dirige.

A rainha, cujo marido, o príncipe Philip, morreu em abril passado com 99 anos, passou uma noite no hospital em outubro passado e, desde então, tem se limitado principalmente a cumprir tarefas de forma virtual desde então, depois de ser aconselhada a descansar por seus médicos.

No mês passado, ela testou positivo para a Covid-19, sofrendo leves sintomas de um resfriado, mas estava bem o suficiente para encontrar o primeiro-ministro canadense Justin Trudeau na semana passada.

Pouco depois de celebrar o 70º aniversário de seu reinado em fevereiro, uma fonte real disse que ela pretendia voltar às suas funções normais, e apesar de não ter participado da missa de hoje, o palácio disse que ela iria em frente com outros compromissos presenciais nesta semana.

A Commonwealth sempre esteve próxima ao coração de Elizabeth, e os historiadores dizem que seu sucesso em realizar a transição do período do Império Britânico é uma das maiores conquistas de seu reinado.

“Hoje, é gratificante observar uma Commonwealth moderna, vibrante e conectada que combina uma riqueza de história e tradição com os grandes avanços sociais, culturais e tecnológicos de nosso tempo”, disse ela em sua mensagem.

(Com Reuters)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Compartilhar a matéria:

×