Como usar a inteligência emocional para solucionar crises

Especialista explica a importância de desenvolver a capacidade de gerenciar sentimentos e emoções para saber lidar com situações desafiadoras
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
Como usar a inteligência emocional para solucionar crises
Em momentos conturbados, sejam eles relacionados à organização financeira, aos relacionamentos interpessoais ou ao trabalho, a inteligência emocional pode ser uma poderosa aliada (Foto: Envato Elements)

A maioria das pessoas vive rotinas estressantes, exaustivas e desafiadoras, com situações que despertam raiva, revolta, tristeza e medo. E, se não souberem gerenciar e controlar essas emoções, terão dificuldade em conduzir uma vida mental e emocional saudáveis. A opinião é da terapeuta e especialista em inteligência emocional Paola Schiebel. Segundo a expert, quem não souber controlar suas emoções, será controlado por elas. 

Em momentos conturbados, sejam eles relacionados à organização financeira, aos relacionamentos interpessoais ou ao trabalho, a inteligência emocional pode ser uma poderosa aliada. “A IE, além de designar a nossa capacidade de gerenciar sentimentos e de identificar e lidar com as emoções alheias, também se refere ao modo como nos expressamos e demonstramos essas sensações”, diz Paola. 

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Segundo a terapeuta, a IE permite que a pessoa analise a crise, identifique seus sentimentos e procure a melhor maneira de lidar com as circunstâncias apresentadas. De forma simples, Paola explica que uma pessoa inteligente emocionalmente vai focar na solução do problema quando estiver lidando com um momento de conflito. 

“Quem não possui inteligência emocional acaba focando apenas no problema. Isso desestabiliza a pessoa, que acaba se deixando dominar pelas emoções e encontra dificuldades para sair da situação na qual se encontra.”

Relacionamentos

Paola explica como a IE funciona no caso da resolução de uma crise no relacionamento, por exemplo, seja ele amoroso ou não. “A inteligência emocional ajuda a melhorar e a entender a comunicação, verbal e não-verbal, tornando a pessoa mais tolerante e ponderada. Se o outro não consegue entender o que você diz, sua maneira de se comunicar tem falhas”, aponta. 

Como usar a inteligência emocional para solucionar crises
Terapeuta e especialista em inteligência emocional Paola Schiebel (Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo a especialista, quando estamos lidando com pessoas, muitas vezes partimos do princípio de que o que o outro entende sobre determinada situação é problema apenas dele. “Mas isso não é verdade. O resultado da sua comunicação é o que importa”, ressalta. Afinal, como ela já disse antes, a inteligência emocional também se refere ao modo como a pessoa se expressa, em como demonstra os seus próprios sentimentos e emoções. “Isso pode contribuir muito com os relacionamentos, uma vez que a comunicação é um dos principais pilares”, diz a terapeuta.

Outro ponto de destaque, segundo a especialista, é que quem não sabe lidar com suas próprias emoções, também não saberá lidar com as emoções dos outros. “Então, para um relacionamento bem-sucedido e saudável, é importante que as duas pessoas tenham inteligência emocional”, explica. 

Negócios e Finanças

Para Paola, a IE não é uma grande aliada apenas em relacionamentos, mas uma ferramenta importante na hora de lidar com crises financeiras e tensões nos negócios. Ainda assim, é importante lembrar que qualquer empreendimento também leva em conta as relações interpessoais. 

OLHA SÓ: 5 maneiras de desenvolver a inteligência emocional

“Se você analisar as biografias das pessoas bem-sucedidas, notará características comuns a todas elas: controle emocional, resiliência, permitir-se ser vulnerável e não temer riscos”, aponta.

Para a terapeuta, todas essas características integram a IE, e qualquer pessoa pode conquistá-las. “É por meio do autoconhecimento, do autodesenvolvimento, da mudança de hábitos e padrões mentais, da prática de uma atitude mental positiva, da ânsia de aprender a identificar, nomear e gerenciar suas emoções que se alcança a inteligência emocional”, finaliza. 

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: