14 filmes sobre empreendedorismo e liderança feminina que você precisa assistir

Mais do que divertir, as produções podem gerar reflexão e ideias para mulheres que buscam protagonismo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
Em “A Dama de Ferro”, Maryl Streep interpreta a ex-primeira-ministra britânica Margaret Thatcher (Foto: Divulgação)

No último ano, o Brasil chegou à marca de 10,1 milhões de negócios comandados por mulheres. O dado, divulgado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), ainda mostrou que 34% dos empreendedores do país são do gênero feminino. 

Mas junto com a vontade de começar uma nova empresa, também é necessário correr atrás de capacitação e inspiração – afinal, este é um caminho cheio de desafios. 

Para Daniela Graicar, fundadora do Movimento Aladas, rede de incentivo à liderança feminina, além das ideias e inspirações, as mulheres também devem se planejar antes de abrir o próprio negócio. “Tirar o sonho de empreender do papel exige das mulheres muito jogo de cintura, habilidade de negociação e estratégias claras para conseguir captar os valores necessários para o start”, afirma. 

Além de buscar cursos e mentorias para tornar a trajetória menos árdua, vale apostar no entretenimento como uma maneira de adquirir novos insights, perspectivas e ideias para a empresa. Por meio dos enredos, sejam eles do mundo real ou da fantasia, os filmes e séries buscam inspirar – e até mesmo dar aquele empurrãozinho em direção ao tão sonhado negócio.

LEIA MAIS

Veja, a seguir, 14 obras sobre empreendedorismo e liderança feminina capazes de inspirá-la ao longo da jornada: 

“Joy: o Nome do Sucesso”

(Foto: Divulgação)

Disponível no Star+

O filme conta a história real de Joy Mangano (Jennifer Lawrence), de 34 anos, que vivia com os pais e o ex-marido, relegado ao porão da casa. Durante sua jornada, motivada pela necessidade e também pelo desejo de realizar seus sonhos, ela tem a ideia de criar um esfregão de limpeza milagroso. O que a empreendedora não esperava é que o produto se transformasse em um sucesso de vendas, fazendo dela uma maiores empreendedoras dos Estados Unidos. 

“Um Senhor Estagiário”

Disponível no HBO Max

Jules Ostin (Anne Hathaway) comanda um e-commerce de moda de sucesso e vive o desafio da inovação para o crescimento da empresa. Com uma rotina bastante estressante e cheia de compromissos, que acabam impactando na vida pessoal e tempo com a família, ela conta com a ajuda de seu mais novo estagiário, Ben Whittaker (Robert De Niro) – um homem viúvo, de 70 anos, que busca novos aprendizados. Apesar de terem personalidades diferentes, Jules aprende dicas valiosas e compreende que jornadas de trabalho longas não são sinônimo de bons resultados. Juntos, eles passam a celebrar as conquistas da equipe e entendem que cada experiência faz parte do aprendizado. 

“A Princesa e o Sapo”

Disponível na Disney +

De forma lúdica, o clássico da Disney traz uma baita lição sobre empreendedorismo. Filha de uma costureira e um cozinheiro, Tiana tem o sonho de abrir o seu próprio negócio – um restaurante de sucesso. Para tirar a ideia do papel, ela se esforçou para guardar cada centavo, ciente de que teria muito trabalho pela frente – além de muitos desafios.  

“Coco, Antes de Chanel”

(Foto: Divulgação)

Disponível na Apple TV

Coco Chanel (Audrey Tautou) era cantora em um bar, mas sua verdadeira paixão era a costura. Após conhecer o rico comerciante de tecidos Etienne Balsan (Benoît Poelvoorde), ela mostra o seu talento e não se intimida com as críticas. No mundo da moda, seus trajes femininos modernos – inspirados em roupas masculinas – são uma revolução. E sua trajetória não para por aí: Coco foi a primeira a criar calças compridas para o público feminino e é a idealizadora do tailleur – traje feminino composto por um casaco e saia ou calça. Ao conhecer o milionário Arthur Capel (Alessandro Nivola), ela abre sua grife: a Chanel. Até hoje é conhecida como uma das mulheres mais poderosas do mundo. 

“Cinderela”

Disponível no Prime Video

Em uma nova versão de “Cinderela”, Ella (Camila Cabello) tem o sonho de abrir a própria loja de vestidos. Decidida a correr atrás do objetivo, vai até o centro da cidade para vender um traje exclusivo feito por ela mesma, mas é mal vista pelos comerciantes locais. Um comprador “misterioso” decide fechar negócio e paga o triplo do valor pela indumentária. Ainda no local, Ella descobre que a realeza fará um baile com o objetivo de encontrar uma esposa para o príncipe. Entusiasmada, Cinderela decide agarrar a oportunidade de ir à festa e mostrar o seu trabalho aos convidados, mas tem o vestido arruinado pela madrasta. Com uma ajudinha mágica e muita força de vontade, Ella não desiste de seus sonhos e prova que seu final feliz vai muito além do conto de fadas.

“Girl Boss”

Disponível na Netflix

Sophia (Sophia Amoruso), uma jovem que não se importa muito com nada, incluindo os inúmeros trabalhos que já exerceu, parece acordar quando é demitida de uma loja de sapatos de grife. Ao entrar em um brechó, compra uma jaqueta de couro vintage por um preço bem abaixo do esperado e começa a lucrar na internet anunciando peças no eBay. Vendo que pode ir muito mais além, inicia sua trajetória como empreendedora, dando início futuramente ao e-commerce de sucesso NastyGal Vintage.

“The Bold Type”

(Foto: Divulgação)

Disponível na Netflix

As amigas Jane (Katie Stevens), Kat (Aisha Dee) e Sutton (Meghann Fahy) trabalham na renomada revista “Scarlet”, que tem como exemplo de liderança Jacqueline Carlyle, personagem inspirada em Joanna Coles, ex-editora-chefe da revista norte-americana “Cosmopolitan”. A história, que se passa ao redor da vida das protagonistas, mostra situações do dia a dia, tanto pessoais quanto profissionais. No trabalho, a editora-chefe da “Scarlet” vive desafios junto de sua equipe de trabalho, mostra a importância de lidar com obstáculos e ensina lições valiosas.

“Self Made: A Vida e a História de Madam C.J. Walker”

Disponível na Netflix

A série conta a história de Madam C.J Walker (Octavia Spencer), a primeira mulher negra a ficar milionária por conta própria nos Estados Unidos. Durante sua trajetória, a empresária é pioneira no mercado de produtos capilares para negras em uma época onde o racismo e o machismo predominam. Além do empreendedorismo, a série traz aprendizados importantes sobre independência, liberdade e ambição. 

“Scandal”

Disponível na Star+

Olivia Pope (Kerry Washington), uma ex-consultora de comunicações da presidência dos Estados Unidos, decide que após deixar seu emprego na Casa Branca é hora de mudar os rumos e abrir seu próprio negócio de relações públicas. Ao longo da série dramática, a protagonista se dedica a proteger a imagem pública da elite, sem deixar que nenhum segredo venha à tona. Os clientes de Olivia sempre têm algo em comum: polêmicos e ricos, com histórias desafiadoras. A narrativa foge do politicamente correto e mostra que os personagens não são perfeitos. No entanto, reforça a importância de fazer sempre o seu melhor.   

“Estrelas Além do Tempo”

(Foto: Divulgação)

Disponível no Disney +

No auge da corrida espacial entre Estados Unidos e Rússia durante a Guerra Fria, uma equipe feminina de cientistas da NASA é responsável por liderar uma das maiores operações tecnológicas registradas na história norte-americana. Mas, para chegar lá, Katherine Johnson (Taraji P. Henson), Dorothy Vaughn (Octavia Spencer) e Mary Jackson (Janelle Monáe) precisam vencer o preconceito de gênero e etnia. 

“As Sufragistas”

Disponível no Star+

No início do século 20,  quando as mulheres ainda não possuíam o direito de voto no Reino Unido, um grupo de militantes decide protestar para chamar a atenção dos políticos locais. Quando descobre o movimento, Maud Watts (Carey Mulligan) passa a cooperar com as novas feministas, superando a opressão de familiares e conhecidos para lutar em prol da igualdade. 

“A Dama de Ferro”

Disponível no Netflix

Antes de adquirir o status de “dama de ferro” na alta esfera do poder britânico, Margaret Thatcher (Meryl Streep) precisou enfrentar uma série de preconceitos na função de primeira-ministra do Reino Unido. Em um universo dominado por homens, optou por medidas impopulares para tirar o país da recessão econômica durante a década de 1970, além de liderar a nação durante a polêmica Guerra das Malvinas.

“Julie & Julia”

(Foto: Divulgação)

Disponível no Disney +

Frustrada com a sua realidade, a nova-iorquina Julie Powell (Amy Adams) vê a sua vida mudar ao decidir preparar as 524 receitas do livro da chef Julia Child (Meryl Streep). Inspirada em uma história real, o desafio acaba dando origem a um blog que alavanca a carreira da jovem. 

“O Diabo Veste Prada”

Disponível no Star+

Depois de conseguir um emprego na revista de moda mais importante de Nova York, Andrea Sachs (Anne Hathaway) passa a trabalhar como assistente de Miranda Priestly (Meryl Streep), principal executiva da empresa. O emprego dos sonhos logo se mostra mais desafiador do que o esperado, fazendo com que a jovem amadureça do dia para a noite. 

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: