Ibovespa fecha em queda pela segunda vez seguida

Desempenho de Wall Street e vendas de minério de ferro da Vale, aquém das expectativas, puxaram índice para baixo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O Ibovespa fechou em queda nesta terça-feira (20), a segunda seguida, após três semanas de alta. O índice foi influenciado pelo movimento em Wall Street. Além do desempenho da Vale após as vendas de minério de ferro no primeiro trimestre aquém das expectativas.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa recuou 0,69%, a 120.104,93 pontos, segundo dados preliminares. O indicador chegou a perder os 120 mil pontos no pior momento. Na máxima, chegou a R$ 121,3 milhões.

O volume financeiro somava R$ 25,7 bilhões, em sessão também marcada por alguma cautela diante do feriado de amanhã (21) no Brasil. Isso porque, a bolsa paulista estará fechada enquanto os mercados no exterior funcionarão.

Foi a segunda queda seguida do Ibovespa, após três semanas de valorização. Na última, subiu em todos os pregões, ultrapassando os 121 mil pontos. Na véspera, também chegou a encostar em 122 mil pontos, nível que não supera desde janeiro.

Câmbio


O dólar fechou em ligeira baixa nesta terça-feira. Hoje marcou o dia pior nos mercados externos servindo de argumento para uma pausa depois de a moeda cair expressivamente por cinco sessões e fechar na véspera na mínima em um mês.

O dólar à vista registrou variação negativa de 0,09%, a R$ 5,5486 na venda, novo piso desde 23 de março (R$ 5,5168).

Ao longo do pregão, a divisa oscilou entre R$ 5,5891 (+0,64%), logo depois da abertura, e R$ 5,5037 (-0,90%), no fim da manhã.

(com Reuters)

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: