Senado aprova Auxílio Brasil de R$ 400 de forma permanente

A medida vai agora a sanção do presidente Jair Bolsonaro
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O Senado aprovou na noite de ontem (4) texto que prevê valor mínimo permanente de R$ 400 para o Auxílio Brasil, programa social do governo federal, e que elevará o desembolso anual com o programa para cerca de R$ 90 bilhões.

Como os senadores não realizaram alterações no texto que havia sido aprovado na Câmara dos Deputados, segundo informações da Agência Senado, a medida vai agora a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Inicialmente, o governo federal havia proposto que o valor mínimo de R$ 400 para o benefício valesse apenas até o final deste ano. Os parlamentares, no entanto, decidiram incluir na medida um “benefício extraordinário”, que complementa o valor do Auxílio Brasil de forma permanente.

LEIA MAIS

O Auxílio Brasil, criado no governo Bolsonaro, que tentará a reeleição no pleito de outubro deste ano, substituiu o Bolsa Família como principal programa social e de transferência de renda da administração federal.

(Com Reuters)

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: