Apps de bancos brasileiros têm 5,87 falhas a cada 100 logins

Média nacional é bem acima da registrada nos países latino-americanos
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
Apps de bancos brasileiros têm 5,87 falhas a cada 100 logins
(Foto:twenty20photos/Envato Elements)

Acessar a conta bancária pelo celular e fazer um PIX já virou rotina, mas nem sempre o processo é tão simples. Para medir o tempo de resposta dos aplicativos dos bancos e seu impacto para os usuários, a Movizzon, fintech que oferece serviço de monitoramento da experiência dos clientes nos canais digitais, realizou um levantamento que revelou 5,87 falhas simples a cada 100 logins feitos em aplicativos de bancos brasileiros. A média geral da América Latina foi de 1,55 para a mesma quantidade de logins.

No que diz respeito ao tempo de resposta para entrar na conta e à realização de consultas, os apps brasileiros também apresentaram maior lentidão em comparação à média latino-americana. Por aqui, o tempo médio foi de 5,5 segundos para o acesso à conta e de 4,2 segundos para a consulta. Enquanto isso, as instituições da região registraram média de 4,9 e 1,5, respectivamente. 

OLHA SÓ: Confiança empresarial cai 2,5 pontos em setembro

A pesquisa analisou os aplicativos de bancos em dez países latino-americanos, com tentativas de acessos a cada hora, 24 horas por dia, durante uma semana, entre  9 de julho e 23 de agosto deste ano. Dessa forma, mapeou a disponibilidade de funcionamento dos apps diante de falhas temporárias (falhas parciais) e falhas mais graves (falhas globais), o tempo de resposta e a quantidade de dados de navegação gastos em ações como acesso, login e consultas.

Na análise do tempo de abertura do app, as instituições brasileiras mostraram um desempenho melhor, com média de 4,2 segundos, contra os 6,2 segundos dos apps dos bancos da América Latina. A comparação também mostrou que as plataformas brasileiras apresentam uma maior disponibilidade de funcionamento para problemas temporários – quando os aplicativos travam, mas o usuário consegue realizar a operação. A cada 100 acessos, o país registrou 0,08 falhas simples, enquanto nos demais países a média foi de 0,35 a cada 100 acessos.

Os aplicativos brasileiros também gastam menos dados de navegação no momento de abertura do app, com 14,1 Kb contra 69,6 Kb na América Latina. No login, o destaque foi dos latino-americanos, com 69,9 Kb contra 124,4 Kb gastos pelas plataformas brasileiras. No caso das movimentações, o uso de dados foi de 12,2 Kb em média na região latina  e de 15 Kb no Brasil. 

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL Newsletter

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Participe da live Meu Primeiro Investimento

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: