Assine nossa newsletter

Bucket List: Como se planejar para ter o casamento dos sonhos

Além de levantar os custos para uma cerimônia luxuosa, fizemos as contas de quanto é preciso aportar mensalmente em quatro diferentes investimentos para concretizar o objetivo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
abre_financas_noiva_25nov2021_Sonyachny_envatoelements
Entender os custos de um casamento é necessário para poder se planejar financeiramente (Foto: Sonyachny/ Envatoelements)

O casamento é, para boa parte das pessoas, uma das ocasiões mais importantes da vida. A festa, a cerimônia religiosa, o vestido, a lua de mel… Tudo precisa estar perfeito naquele que é considerado um dos dias mais especiais da trajetória dos apaixonados. 

No entanto, a celebração dos sonhos exige uma boa dose de organização e planejamento – principalmente financeiro. A lista de providências é longa, com serviços e produtos tão diversos que podem variar de versões muito acessíveis a propostas capazes de ultrapassar até os limites racionais mais ampliados. É preciso tomar cuidado para que o início da vida de casal não se transforme num pesadelo do ponto de vista econômico.

Conheça a plataforma de educação financeira e emocional EQL Educar. Assine já!

Pensando nisso, a EQL conversou com Elisa Tavares, sócia da Boutique de 3, consultoria de eventos especializada em casamentos, e com a assessora Marina Bedaque, focada no público de alto padrão, para ajudar a calcular os custos para a realização de uma cerimônia luxuosa para 400 convidados. Depois de descobrir o montante necessário, detalhamos quatro formas de investir para conseguir realizar o sonho. 

ORÇAMENTO

Segundo Elisa, a pandemia de Covid-19 fez com que um número grande de casamentos fosse remarcado. Neste cenário, a oferta de datas não é mais tão extensa, então, para os casais que estão começando a pensar no assunto, o ideal é que o planejamento seja feito com, pelo menos, dois anos de antecedência. E o primeiro passo é entender todos os itens que compõem o orçamento para ter uma visão clara da verba necessária.

Primeiramente, é necessário pensar nos convites. Os modelos mais sofisticados apresentam uma série de detalhes, como a amarração e o tipo de papel, que pode ser importado. A unidade, no caso das versões mais incrementadas, pode girar ao redor de R$ 40 por convidado, um total de R$ 5.200.

Já no que diz respeito à cerimônia religiosa, é preciso levar em consideração alguns elementos. Uma igreja capaz de acomodar esse número de convidados não sai por menos de R$ 10 mil. Em seguida, é preciso contratar a decoração, cujo valor deve ser estimado em R$ 30 mil segundo as especialistas, e o coral e os músicos, que tem orçamento parecido.

Um dos gastos mais expressivos de um evento como esse é o espaço da festa. Claro que a escolha depende do sonho dos noivos – pode ser na praia, num hotel ou até num museu. Mas é bom ter em mente que, para esse número de convidados, espaços adequados podem, facilmente, chegar a R$ 150 mil.

A decoração do espaço também está entre os itens mais caros. Como normalmente esses lugares são enormes, é necessário pensar em dois ou três cenários diferentes, além das mesas. Segundo as especialistas, esse custo pode chegar a R$ 400 mil. 

É preciso incluir no orçamento também os gastos com comida e bebida, que são calculados por convidado. No caso da alimentação, o cálculo é de cerca de R$ 450 para um evento desse porte, o que acrescenta R$ 180 mil à conta total.

Já em relação às bebidas, vale estimar, pelo menos, 200 garrafas de champanhe, a uma média de R$ 380 cada, o que totaliza R$ 76 mil. Já o serviço de bartender para esse número de pessoas pode chegar a R$ 50 mil. Os doces – R$ 25 mil – e o bolo – R$ 4 mil – completam os comes e bebes.

OLHA SÓ: Bucket List: Como se planejar para garantir um lugar no Coachella 2023

Mas nem só de comida e bebida vivem os convidados. Certamente eles vão querer dançar – e, para isso, é preciso pensar na contratação de um bom DJ ou de uma banda, daquelas que animam qualquer cerimônia. Separe para isso cerca de R$ 50 mil. 

Depois de investir tanto, você não vai querer abrir mão de registrar momentos tão importantes. Uma boa equipe de fotografia e de filmagem contratada para acompanhar a cerimônia do começo ao fim custa cerca de R$ 45 mil. Por fim, vem os famosos bem-casados, distribuídos para os convidados quando a festa termina – um gasto que pode chegar a R$ 7 mil.

Ainda existem aqueles custos que são exclusividade da noiva. Um vestido à altura de uma cerimônia tão caprichada pode custar cerca de R$ 30 mil. O sapato? Outros R$ 2,5 mil. O buquê – essencial para eventos mais tradicionais – deve consumir mais R$ 7 mil. 

Outros itens que devem ser considerados no orçamento são o Dia da Noiva, serviço oferecido pelos salões de beleza e clínicas que pode chegar a R$ 30 mil dependendo do número de madrinhas participantes; e o carro alugado para levar a futura esposa à igreja, por R$ 1,5 mil.

Os casais que quiserem tranquilidade podem, ainda, contratar um serviço de assessoria especializada em casamento que, normalmente, gira em torno de 5% do valor total do evento. Também existe a possibilidade de pagar um  valor fixo, que pode chegar a R$ 45 mil. 

Por fim, existe um custo que muita gente ignora ao fazer um orçamento desse tipo: os cuidados com o staff. Para isso, separe R$ 8 mil.

Se somarmos todos os itens citados acima, o casamento dos sonhos custará cerca de R$ 1,156 milhão. Como prevenir é melhor do que remediar, é bom incluir uma folga para gastos extras. Segundo as especialistas, algo em torno de 4% do custo total é suficiente, ou seja, R$ 40 mil.

LEIA MAIS: Descubra quanto custa criar um filho

Apesar do valor alto – R$ 1,196 milhão -, um planejamento com dois anos de antecedência permite pensar em algumas maneiras de investir para alcançar o objetivo. 

Veja, a seguir, quanto é necessário aportar mensalmente para realizar o casamento dos sonhos em quatro diferentes tipos de investimentos:

POUPANÇA

Se levarmos em conta a rentabilidade atual da caderneta de poupança – 0,36% ao mês ou 4,38% ao ano -, seria preciso investir mensalmente R$ 47.809,11 para acumular o valor necessário até o casamento. 

TESOURO SELIC

Neste caso, estamos considerando rentabilidade de 0,51% ao mês – 6,25% ao ano, que é o valor atual da Taxa Selic. Assim sendo, os noivos que planejam se casar em 24 meses precisam aportar R$ 46.980,40 mensalmente até lá. 

FUNDOS IMOBILIÁRIOS

Essa é uma outra alternativa para quem precisa se programar. Neste caso, a rentabilidade pode chegar a 0,7% ao mês por meio de dividendos, dependendo do fundo escolhido, o que exigiria aportes mensais de R$ 45.945,97 durante os 24 meses.

TESOURO IPCA

Caso dê para segurar a ansiedade e adiar o sonho para 2024, uma opção é o Tesouro Direto, em função do prazo necessário para esse tipo de aplicação. Considerando uma inflação de 10,67% (IPCA atual acumulado em 12 meses) e o tempo até o casamento – 36 meses -, seriam necessários aportes de  R$ 28.550,89 por mês até lá.

Carol Proença é estudante de economia e especialista de investimentos certificada

Fique por dentro de todas as novidades da EQL

Assine a EQL News e tenha acesso à newsletter da mulher independente emocional e financeiramente

Baixe gratuitamente a Planilha de Gastos Conscientes

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem:

Assine nossa newsletter