Ibovespa flerta com máximas desde janeiro

Ganhos foram apoiados pela divulgação dos resultados corporativos positivos
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on email
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02
JOB_03_REDES_SOCIAIS_EQL_AVATARES_QUADRADOS_PERFIL_v1-02

O principal índice da Bovespa subiu hoje (28), após o Federal Reserve ter mantido o juro dos Estados Unidos no piso histórico e com divulgação de resultados corporativos domésticos majoritariamente positivos.

Apoiado em ganhos robustos de ações de bancos após o balanço trimestral do Santander Brasil, o Ibovespa avançou 1,39%, aos 12.052,52 pontos. O giro financeiro da sessão somou R$ 31,1 bilhões.

OLHA SÓ: Salário pequeno ou grandes gastos? Descubra o caminho para equilibrar suas contas

O Federal Reserve manteve o juro e seu programa mensal de compra de títulos, reconhecendo a força crescente da economia dos EUA, mas sem sinalizar que pretenda começar a reduzir seu suporte à recuperação.

Segundo profissionais do mercado, apesar de pontos domésticos de tensão, incluindo a CPI da Covid e mudanças na equipe do Ministério da Economia, a conjuntura global favorável de ampla liquidez prevaleceu nos negócios da bolsa paulista.

“Com números sólidos (do Santander Brasil) e os papéis dos bancos longe das máximas, a expectativa positiva levou a um aumento da demanda pelas ações, vide a probabilidade de revisões positivas para o setor, que, por conta da pandemia e os efeitos da inadimplência, as estimativas estavam conservadoras”, afirmou Rafael Ribeiro, analista da Clear Corretora.

Na sequência, Multiplan e CSN divulgam seus números nesta noite e Embraer e Gol, na manhã de quinta, dia que promete ser movimentado na B3, com a estreia das ações da Caixa Seguridade.

Também para esta noite estão previstas as precificações das oferta iniciais de ações (IPOs) do modalmais, Hospital Care e Kora Saude, que devem iniciar negócios na bolsa na sexta-feira, quando também está previsto o leilão de concessão da empresa de saneamento Cedae.

Destaques

– SANTANDER BRASIL deu um salto de 8,06%, liderando os ganhos do índice, após reportar lucro líquido recorrente de R$ 4 bilhões no primeiro trimestre, 9,2% acima da estimativa dos analistas compilada pela Refinitiv e 4,1% superior ao registrado um ano antes. “Até agora tudo bem; inadimplência segue surpreendentemente baixa”, abservou o BTG Pactual em relatório.

E AINDA: A hora de virar chefe: como fazer um plano de negócios

– Ações dos demais bancos do índice foram na mesma direção. BRADESCO ganhou 4,97%, ITAÚ UNIBANCO teve elevação de 4,32%, BANCO DO BRASIL avançou 1,78% e BTG PACTUAL cresceu 1,71%.

– WEG perdeu força durante a sessão e caiu 1,38%, mesmo após a fabricante de motores elétricos ter reportado alta de mais de 70% no lucro líquido do primeiro trimestre, beneficiando-se da recuperação da economia global dos efeitos da pandemia.

– CIELO perdeu 3,29%, após resultados trimestrais que frustraram o mercado. A empresa de meios de pagamentos teve queda de 18,6% do lucro trimestral ante o primeiro trimestre de 2020. Em nota a clientes, o Credit Suisse chamou os resultados da Cielo de nada inspiradores.

– SUZANO perdeu 4,7%, com a queda de 1,86% do dólar frente ao real mantendo a pressão sobre ações de grandes exportadoras do país. JBS recuou 6,14% e BRF teve baixa de 2,41%.

– VALE ganhou 1,63%, mesmo diante da queda dos preços de commodities metálicas no exterior. CSN, que divulga seus resultados do trimestre nesta noite, avançou 0,75%.

– CEMIG teve incremento de 5,85%. O presidente da companhia, Reynaldo Passanezi, disse nesta quarta-feira que a elétrica espera obter cerca de 9 bilhões de reais com desinvestimentos nos próximos cinco anos.

(com Reuters)

Siga Elas Que Lucrem nas redes sociais:

Siga Elas Que Lucrem: